Tennis Route

Facebook Instagram Twitter YouTube
tennis route

Notícias

Thiago Wild é superado na semi em Montevidéu, no Uruguai
11 de Novembro de 2019

Thiago Wild é superado na semi em Montevidéu, no Uruguai

Sobre Thiago Wild

Thiago Wild é superado na semi em Montevidéu, no Uruguai

Tenista encerra temporada regular e disputa o pré-quali do Rio Open no fim do mês

Foto: Thiago Wild em Montevidéu / Crédito: Uruguay Open

Thiago Wild (Itaú/Rede/CBT/Asics/Wilson), atleta do Instituto Tennis Route, do Rio de Janeiro, foi eliminado, na noite deste sábado, na semifinal do challenger de Montevidéu, no Uruguai, evento sobre o piso de saibro com premiação de US$ 54 mil.

Wild, de apenas 19 anos, 235º do mundo, caiu diante do espanhol Jaume Munar, 98º colocado, por 3/6 7/6 (7/1) 6/0.

O tenista de Marechal Candido Rondon vinha de dez vitórias seguidas onde tinha vencido o challenger de Guayaquil, no Equador, na semana anterior sendo um dos cinco jogadores abaixo de 20 anos a vencer um evento deste porte no ano.

Pela campanha ele deve aparecer como o 215º colocado do ranking na segunda-feira.

Wild venceu quatro vezes um top 100 nas últimas três semanas derrubando o italiano Marco Cecchinato (73º) em Lima, no Peru, o brasileiro Thiago Monteiro (89º) em Guayaquil, além do boliviano Hugo Dellien, 76º e 75º) no Equador e Montevidéu.

O tenista encerra a temporada regular e se concentra no pré-quali do Rio Open que será jogado em São Paulo a partir do dia 26.

"Estava jogando muito bem até o começo do segundo set, mas dei uma desconectada, senti o cansaço mental e o Munar passou a ser muito sólido. Foram muitos jogos em sequência que ainda estou me acostumando no circuito profissional", disse Wild.

"Foi um ótimo final de ano, joguei toda a temporada challenger praticamente, aprendendo bastante e conseguindo uma evolução mental, física, técnica e de tática".

Treinador de Thiago e do Instituto Tennis Route, João Zwetsch destacou a temporada: "Thiago teve um final de ano promissor, potencial de almejar coisas maiores. Ter persistência, acreditar no que estamos fazendo. Ele teve outros bons momentos durante o ano, mas nunca teve de forma tão sólida ser consistente e colocar em prática como foi nesse fim de ano. Isso ajuda na confiança e motivação e certeza nele ainda maior pois ele sabe que pode chegar ainda mais .Ano que vem tem muita coisa pela frente, mas trabalhando sempre com os pés no chão, ainda falta muito para chegar no primeiro grande objetivo que é o top 100 que ele tem. Agora é outra a transição que ele precisa fazer, de subir de nível, estar pronto e preparado e pretendente ao top 100 e é isso que vamos buscar em 2020, mas com calma, planejamento e objetivos, humildade de trabalho duro nodia-a-dia que é o que nos faz crescer. Ele está amadurecendo e isso está fazendo ele crescer. Agora é nos preparar bem para a o pré-quali e beliscar uma vaga no Rio Open".

Wild começou 2019 como o 449º do mundo e vai encerrar perto do top 200 e de quebra ainda somou sua primeira vitória ATP, no Brasil Open, em São Paulo, e ainda com título no future de Montauban, na França, com premiação de US$ 25 mil. Ainda fez parte do time do Brasil na Copa Davis.

Fonte: tennisroute.com.br

Últimas notícias

Thiago Wild segue pré-temporada no Rio de Janeiro e define calendário
05 / Dezembro / 2019

Thiago Wild segue pré-temporada no Rio de Janeiro e define calendário

Continuar lendo +
Thiago Wild vai à final do pré-quali e busca vaga no Rio Open
30 / Novembro / 2019

Thiago Wild vai à final do pré-quali e busca vaga no Rio Open

Continuar lendo +
Amanda de Oliveira é vice de duplas em Assunção, no Paraguai
30 / Novembro / 2019

Amanda de Oliveira é vice de duplas em Assunção, no Paraguai

Continuar lendo +
Publicidade Prognum Patrocinadores